Nº. Visitantes: 116861
Igreja de Santa Cristina - Paróquia de Afife

Menu Principal Skip Navigation Links » Paróquia - Capelas » Capela Sra. da Rocha
CAPELA SENHORA DA ROCHA
Esta capela fica situada à margem da antiga estrada romana.
Antigamente chamava-se capela de S. Sebastião, pois a um dos lados do altar, estava a imagem de S. Sebastião e no outro lado a imagem de S. Braz.
No ano de 1828, foi colocada no altar a imagem de Nossa Senhora da Rocha, seis anos depois da aparição em Carnaxide.
A capela da Senhora da Rocha, foi acrescentada nos últimos meses do ano de 1890, pois a antiga capela era a que hoje serve de capela-mor e sacristia.
O corpo principal desta capela foi feito a expensas de Domingos Fernandes Mirandeiro, de Afife, e residente no Maranhão (Brasil).
Foi solenemente benzida no dia 11 de Abril de 1981, dia em que se festejava a Senhora da Rocha, tendo sido a maior festividade que por aqui se tem feito, tudo a expensas do juiz da festa, Francisco Alves Moreira, que também custeou as despesas do adro.
A imagem da Senhora da Rocha foi feita, por subscrição, em Abril de 1878 e esculturada por António José Gomes Moreira.
O estandarte da Senhora da Rocha, foi feito em Vigo e ofertado por Manuel Fernandes da Silva, em 24 de Abril de 1887.
Foi conduzido procissionalmente pelo então menino, Tomás Fernandes Pinto, da casa do ofertante até à Igreja Paroquial, onde foi benzido pelo reitor de Carreço, Manuel José Gonçalves.
O adro desta capela, construído em bela cantaria de granito, é um admirável miradouro, e como estivesse abandonado até essa data e sem árvore alguma, começou a ser arborizado, tendo sido oferecidos 10 sobreiros por Avelino Ramos Meira, para esse fim, serviço este ao cuidado do actual pároco.
Em tempos idos, era costume festejar-se a Senhora da Rocha no segundo Domingo de Páscoa, sendo essa a maior festa da freguesia. Depois tudo foi caindo em desuso.
Os mordomos eram, quase sempre, os melhores artistas estucadores, que trabalhavam em Lisboa, os quais, no dia da festa, se apresentavam na Igreja com os seus melhores fatos, uns de sobrecasaca e chapéu alto, e outros, pelo menos de fraque, colete branco e calça de fantasia.
Era, em suma, uma «festa rija», como se dizia naquele tempo, isto nos anos 1895 e 1905.
Esta capela serviu também como capela mortuária provisória, tendo a Junta de Freguesia colaborado com as obras que aí foram realizadas. (Afife Síntese Monográfica 2004 - Avelino Ramos Meira e Boletim Informativo da Junta de Freguesia de Afife - 2001)




@2010 Igreja de Santa Cristina, Paróquia de Afife - todos os direitos reservados |                                | Optimizado para 1024 x 768 | Desenvolvido por: Simão Soares